como é o mercado de trabalho para o assistente contábil

Assistente Contábil: O que faz, quanto ganha e como é o mercado

O profissional responsável por assessorar donos de empresas e contadores em tarefas relacionadas à área fiscal de uma companhia é chamado de assistente contábil ou auxiliar contábil. 

Mas o que faz na prática? O assistente contábil é quem controla e executa a contabilidade da empresa, ou seja, monitora e executa todos gastos e lucros do negócio, podendo realizar um bom (ou mau) planejamento tributário.

Algumas pessoas nem imaginam a grande importância do assistente contábil e, mais do que isso, não têm ideia das oportunidades que o cargo oferece, pois o profissional tem contato com outras áreas e possibilita escalar na carreira.

A seguir, veja tudo sobre a profissão de assistente contábil: o que faz, quanto ganha e como é o mercado.

O que faz um assistente contábil?

O assistente contábil conhece a teoria e coloca a parte prática da contabilidade em ação. 

Além disso, ele também é responsável por classificar despesas, analisar as contas, registrar documentos, preparar orçamentos e relatórios da área, sempre de acordo com a legislação atualizada.

Não para por aí. São muitas as atividades executadas por este profissional. Veja:

  • auxiliar na elaboração de balancetes e demonstrativos
  • realizar a execução e controle de planilhas e relatórios de contabilidade
  • fazer classificação de despesas
  • registro de documentos
  • acompanhamento das leis trabalhistas
  • exercer balancetes, calcular impostos (PIS, CONFINS, ICMS, etc.)
  • verificar impostos retidos
  • classificar a contabilidade
  • contatar o cliente
  • analisar contas patrimoniais
  • lançar fechamentos fiscais
  • executar baixas de recebimento
  • revisar as movimentações bancárias
  • solucionar pendências
  • organizar documentações referentes à contabilidade da empresa
  • preparar documentos e efetuar sua classificação contábil
  • gerar lançamentos contábeis
  • auxiliar na apuração dos impostos
  • conciliar contas e preenchimento de guias de recolhimento e de solicitações
  • junto a órgãos do governo
  • emitir notas de venda e de transferência

Habilidades essenciais para ser um assistente contábil de sucesso

assitente contábil habilidades

Esses afazeres listados acima, além de muitos, não são fáceis de serem realizados. Além de prática, exigem bastante concentração. Por essa razão, é de extrema importância que a função seja bem realizada para o bom andamento de um empreendimento.

E para ser um assistente contábil de sucesso é necessário ter conhecimentos atualizados e buscar formações específicas constantemente, mas também tem algumas habilidades que são essenciais.

Saber resolver problemas, organizar o serviço e planejá-lo fazem parte das habilidades pessoais que vão fazer a diferença na rotina de quem trabalha na área contábil. Assim como ter iniciativa e proatividade. 

Ter boa comunicação escrita e oral também facilita o entendimento do auxiliar contábil com o resto da equipe para a qual trabalha e com as outras áreas da empresa. 

O auxiliar contábil será subordinado ao assistente contábil e ao analista contábil. Portanto, uma de suas habilidades deve ser capaz de trabalhar sob pressão sem perder os prazos estabelecidos para a entrega de projetos.

Ser objetivo, organizado, entender e ter facilidade com cálculos. Todas estas habilidades irão ajudar um assistente contábil a se destacar entre os demais e crescer profissionalmente na área.

Como é o mercado de trabalho para um assistente contábil?

O profissional de contabilidade é considerado um agente importante na tomada de decisões de uma empresa, pelo fato de entendedor de todos os departamentos de uma empresa e planejar o futuro financeiro do negócio. 

Geralmente, o assistente contábil tem graduação ou está cursando Ciências Contábeis e exerce o cargo para iniciar a carreira na área fiscal. Mas somente esta graduação não é suficiente. É preciso mais!

Principalmente, porque a área contábil não para de crescer e vem se tornando cada vez mais importante a cada avanço e mudança na legislação. A chegada do eSocial é um exemplo prático disto.

Cada vez mais surgem mais novos microempreendedores individuais (MEI) e médias empresas também,, que, pelo seu tamanho, não têm uma equipe interna de contabilidade e acabam necessitando de auxílio contábil.

Para isso, a formação precisa ser constante, intensa e eficiente. Manter-se atualizado e engajado às mudanças na área contábil já torna o caminho profissional do assistente contábil mais promissor.

Até porque dificilmente um assistente permanece assistente por muito tempo, a não ser que queira.

Afinal, são diversas funções que constituem a área de Contabilidade, d acordo com a Resolução CFC nº. 560/83 normatizada pelo Conselho Federal de Contabilidade. 

Veja quais são as principais carreiras que um assistente contábil pode seguir e suas funções: 

  • Contador

É responsável por realizar os registros contábeis de empresas, pela prestação de assessoria contábil, declaração de imposto de renda e o planejamento tributário da empresa.

Além da graduação em Contabilidade, para atuar como contador é necessário ser aprovado em um exame do Conselho Federal de Contabilidade, que registra o profissional como contador habilitado em todo o país. 

As áreas de atuação são contabilidade comercial, hospitalar, industrial, rural, pública, imobiliária, de serviços, de transportes, de seguros, etc.

  • Analista Financeiro

Esse profissional pode atuar nas empresas em três áreas: análise de crédito, análise de investimento e análise de desempenho. 

Além das funções citadas, outros mercados estão surgindo em função das transformações advindas da tecnologia e da globalização que ampliam o campo de atuação do profissional contábil. 

  • Perícia Contábil

É uma especialidade de peso na área da contabilidade, pois cabe a esse profissional avaliar e diagnosticar as causas de desvios ou má utilização do dinheiro. 

Segundo a Resolução do CFC nº 560/83 – art. 3º, a perícia contábil é uma atribuição privativa dos profissionais da Contabilidade. 

  • Consultor

    É a pessoa que aconselha empresas em relação à forma de gerenciar seus recursos financeiros, em função de recolhimento de impostos. 

O profissional pode trabalhar como consultor nas áreas de tributos, contabilidade aplicada, contabilidade internacional, custos, sistemas e análise financeira.

  • Auditor

Responsável pela avaliação minuciosa da aplicação de recursos financeiros, é a pessoa que deve avaliar a forma como a área financeira está sendo administrada e utilizada, além de identificar falhas no controle do dinheiro.

Além dessas áreas da contabilidade, o CFC ainda cita outras perspectivas profissionais, como auditoria ambiental, contabilidade ecológica, investigador de fraudes contábeis, entre outras.

Ou seja, é uma área muito promissora e cheia de oportunidades, cabe apenas escolher.

Como se tornar um assistente contábil

Como já mencionamos, geralmente, o assistente contábil tem formação ou está estudando Ciências Contábeis. Mas é possível começar com cursos básicos ou, então, ir se qualificando com o tempo. 

Você pode iniciar sua carreira profissional ou retomá-la a partir do cargo de auxiliar contábil, mas com perspectivas de crescimento garantidas dentro dessa área desde que você se prepare com formações específicas e conhecimentos atualizados.

Para isso, existem diversos cursos online que podem oferecer com excelência e qualidade os conhecimentos mais modernos e aplicados ao que você precisa. 

Parece complicado, mas não é!

O importante é direcionar seu foco para aprendizados que realmente vão atender às necessidades do mercado de trabalho e, especificamente, da área contábil e fiscal.

Quanto ganha um assistente contábil?

Segundo uma das maiores plataformas de gerenciamento de vagas de emprego do país, Vagas.com, o salário inicial de um assistente contábil é de R$ 1.710.

No entanto, a carreira é promissora. A média salarial no Brasil é de R$ 2.100. Enquanto que o valor mensal pode chegar a R$ 2.569 dependendo da sua experiência, do tamanho da empresa e também do Estado.

quanto ganha um assistente contábil?

A Catho, outra plataforma especializada em vagas do mercado de trabalho, afirma que o lugar em que os salários são mais altos é São Paulo, seguido pelo Distrito Federal, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. 

Ou seja, se você não está disposto a se mudar de Estado, vale a pena investir em conhecimento e cursos para incrementar seu salário e conquistar as melhores vagas.

Agora que você tem todas essas informações, fica mais fácil investir na profissão e no mercado de trabalho da Contabilidade, que é muito promissor.

Basta definir suas metas e estipular um bom planejamento!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail e turbinar seus estudos!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.